Leve Esperana At que ele Venha
palavra pastoral

Home » Mensagens » Palavra Pastoral

Palavra Pastoral

Tratar as pessoas como Cristo nos trata, é a nossa vocação!

Pr. Renato Costa - 14/06/15

Você trata as pessoas como Cristo lhe trata? A pergunta é simples, já a resposta... Já refletimos em certa ocasião a respeito dos alicerces sobre os quais são construídos os nossos relacionamentos. Como eu e você somos cidadãos de uma metrópole hipermoderna, isto é, estruturada sobre a lógica do consumo, é quase que inevitável vermos reproduzindo em nós, em nosso dia a dia, aonde quer que estejamos e, apesar de sermos cristãos, os valores desta sociedade. Aqui, devemos ter cuidado, pois se coloca diante de nós dois referenciais para a vida: A Palavra de Deus por um lado e os Valores da Sociedade Hipermoderna de outro lado. Ambos são completamente contraditórios entre si, incompatíveis, enfim, duas realidades em nada equivalentes. No entanto, somos cidadãos do Reino de Deus e também de uma nação, imensa nação do Brasil. Somos cristãos, “pequenos cristos” e também paulistas, paulistanos, paranaenses, cariocas e baianos. E o que acontece e com certa freqüência? Podemos correr o risco de viver os valores do evangelho apenas aqui na igreja, no ambiente eclesial, e não no âmbito de nossa ampla e complexa sociedade tão carente de Deus. E podemos também correr o risco de viver em nossa ampla e complexa sociedade, mas não apenas em seu contexto, e sim também na igreja, os valores da sociedade. Logo, uma confusão!

Alguns exemplos são esclarecedores: primeiro, a nossa sociedade já legitimou o divórcio como alternativa favorável. “Casar até que a morte separe”, é coisa do passado. “Amar na alegria e na tristeza, na saúde e na doença”, hoje, já não são votos matrimoniais feitos sob juramento, mas apenas contratos de prestação de serviço ao “eu”. “Eu caso e se não der certo, separo!” é algo que você ouviu! Não é de se admirar o aumento no número de divórcios nas últimas décadas, valor este que tem se confrontado com o valor cristão do matrimônio, homem e mulher unidos para serem uma só carne para sempre; Outro exemplo está no âmbito das aspirações individuais. Um dia alguém disse: “vou à igreja para receber algo de Deus”, e todo mundo acreditou! Mas assim se constroem as nossas relações na sociedade hipermoderna, sobre as expectativas de satisfação de desejos privados. Aliás, há ume estímulo a isto. Porém, quando o desejo não é satisfeito, muda-se de roupa, troca-se de parceiro, deixa-se a igreja. É bom lembrar que igreja é local de adoração a Deus, de entrega de uma oferta ao Criador, a saber, a vida, de serviço com fins a construção de um mundo melhor. Portanto, “não se amoldem ao padrão deste mundo”, disse Paulo (Rm 12.2). Paulo está dizendo, não assumam a fôrma do mundo. É como a fôrma para assar bolo, isto é, a fôrma dá a forma ao bolo. A nossa fôrma não são os valores da sociedade de consumo e sim de Cristo. O nosso caráter, valores, princípios de vida devem ser construídos sobre este alicerce, Cristo.

Bem, tudo isto faz diferença no trato entre nós. O chamado é para tratarmos pessoas assim como Cristo nos trata e Ele lavou os nossos pés: pois bem, se eu, sendo Senhor e Mestre de vocês, lavei-lhes os pés, vocês também devem lavar os pés uns dos outros. Eu lhes dei o exemplo, para que vocês façam como lhes fiz (Jo 13.14-15). Com este gesto, Jesus nos ensina a tratar pessoas com amor, cuidado, respeito e compreensão. São valores do Reino de Deus. O reino das trevas, logo, promove desamor, descuido, desrespeito e incompreensão. Então, ficam-nos as perguntas: quais valores seguimos? A que reino pertencemos? Quem nos fez Senhor e Juiz das ações alheias? Tratar pessoas como Cristo nos trata é o chamado para cada “pequeno cristo”. Para você que deseja cumprir este chamado, há uma promessa: Agora que vocês sabem estas coisas, felizes serão se as praticarem (Jo 13.17).

Pense nisso! Pr. Renato Costa

© 2013 - 2017 - Igreja Evangélica Batista em Vila Antonieta - Todos os Diretos Reservados

Igreja Evangélica Batista em Vila Antonieta
Rua Antonio Neto Caldeira, 500 - CEP 03475-040 - Vila Antonieta - São Paulo - SP
Tel.: (11)2724-6258 - igrejabatista.vilaantonieta@gmail.com