Leve Esperana At que ele Venha
palavra pastoral

Home » Mensagens » Palavra Pastoral

Palavra Pastoral

Em 2016, desfrute as coisas boas da vida

“Um homem pode ter cem filhos e viver muitos anos. No entanto, se não desfrutar as coisas boas da vida, digo que uma criança que nasce morta e nem ao menos recebe um enterro digno tem melhor sorte que ele” (Ec 6.3)

Pr. Renato Costa - 03/01/16

Sabemos que o autor destas palavras é Salomão, o homem mais sábio que a história já conheceu. Diz o texto bíblico que Deus deu a Salomão sabedoria, discernimento extraordinário e uma abrangência de conhecimento tão imensurável quanto a areia do mar. A sabedoria de Salomão era maior do que a de todos os homens do oriente, e do que toda a sabedoria do Egito. Ele compôs três mil provérbios, e os seus cânticos chegaram a mil e cinco. Descreveu as plantas, desde o cedro do Líbano até o hissopo que brota nos muros. Também discorreu sobre os quadrúpedes, as aves, os animais que se movem rente ao chão e os peixes. Homens de todas as nações vinham ouvir a sabedoria de Salomão (1 Rs 4.29-30, 32-34a). Impressionante, não é mesmo? Ora, se Salomão, dotado de tamanha sabedoria e capacidade de discernir e de compreender a dinâmica da vida, chegou à conclusão posta acima, certamente vale a pena parar um pouquinho, refletir e considerar o que ele está propondo.

Em Eclesiastes, livro que o sábio compõe já na sua fase mais madura da vida, ele acrescenta às palavras acima: Ela (a criança) nasce em vão e parte em trevas, e nas trevas o seu nome fica escondido. Embora jamais tenha visto o sol ou conhecido qualquer coisa, ela tem mais descanso do que tal homem. Pois, de que lhe valeria viver dois mil anos, sem desfrutar a sua prosperidade? Afinal, não vão todos para o mesmo lugar? (Ec 6.4-6). São palavras duras, mas quem pode negá-las?

Salomão em sua ambição por saber quais são as coisas boas da vida, chega a algumas conclusões, por exemplo, que o poder é fútil: Melhor é um jovem pobre e sábio, do que um rei idoso e tolo, que já não aceita repreensão (Ec 4.13); Que as riquezas não dão sentido à vida: O homem sai nu do ventre de sua mãe, e como vem, assim vai. De todo o trabalho em que se esforçou nada levará consigo (Ec 5.8-17); Salomão também experimentou os prazeres da vida e neles encontrou apenas o vazio: Não me neguei nada que os meus olhos desejaram; não me recusei a dar prazer algum ao meu coração. Na verdade, eu me alegrei em todo o meu trabalho; essa foi a recompensa de todo o meu esforço. Contudo, quando avaliei tudo o que as minhas mãos haviam feito e o trabalho que eu tanto me esforçara para realizar, percebi que tudo foi inútil, foi correr atrás do vento (Ec 2.10-11a). Mas, apesar de todo este pessimismo, Salomão foi capaz sim de descobrir, nas mais simples e pequenas coisas, valores incomparáveis, coisas boas da vida que valem a pena serem cultivadas por mim e por você também em 2016. Algumas destas coisas boas eu compartilho a seguir: 1º) Caminhe sempre junto a alguém: Se um cair, o amigo pode ajudá-lo a levantar-se. Mas pobre do homem que cai e não tem quem o ajude a levantar-se! (Ec 4.10); 2º) Procure fazer tudo com gratidão e alegria: Para o homem não existe nada melhor do que comer, beber e encontrar prazer em seu trabalho. E vi que isso também vem da mão de Deus (Ec 2.24); 3º) Plante sementes (de amor, de amizade, de esperança etc.): Plante de manhã a sua semente, e mesmo ao entardecer não deixe as suas mãos ficarem à toa, pois você não sabe o que acontecerá, se esta ou aquela produzirá, ou se as duas serão igualmente boas (Ec 11.6); 4º) Prepare-se para os dias de trevas: Por mais que um homem viva, deve desfrutar sua vida toda. Lembre-se, porém, dos dias de trevas, pois serão muitos (Ec 11.8a); 5º) Seja solidário: Reparta o que você tem com sete, até mesmo com oito, pois você não sabe que desgraça poderá cair sobre a terra (Ec 11.2).

Esses são apenas alguns de muitos bons conselhos que encontramos no livro de Eclesiastes. Temos certeza que Salomão foi inspirado pelo Espírito de Deus para escrever desta forma, afinal, Deus era a fonte de sua sabedoria. E, conclui, então, o sábio: Agora que já se ouviu de tudo, aqui está a conclusão: Tema a Deus e obedeça aos seus mandamentos, porque isso é o essencial para o homem (Ec 12.13). Rumo a 2016!

© 2013 - 2017 - Igreja Evangélica Batista em Vila Antonieta - Todos os Diretos Reservados

Igreja Evangélica Batista em Vila Antonieta
Rua Antonio Neto Caldeira, 500 - CEP 03475-040 - Vila Antonieta - São Paulo - SP
Tel.: (11)2724-6258 - igrejabatista.vilaantonieta@gmail.com