Leve Esperana At que ele Venha
palavra pastoral

Home » Mensagens » Palavra Pastoral

Palavra Pastoral

O professor Jesus diante de uma difícil pergunta

Pr. Renato Costa - 17/04/16

Todo professor sabe como é difícil se colocar diante de uma sala de aula. Toda classe tem um “engraçadinho”, ou seja, aquele aluno que se encarrega de divertir os demais fazendo “piadas” durante a aula. Seja em relação ao professor, a um colega de classe ou a um episódio recente do mundo do futebol ou da política, este aluno é hábil em rapidamente extrair um dado lúdico do fato, roubando para si, desta forma, a atenção de toda a classe. Saber lidar com este aluno é sempre um desafio e tanto. Provocar, encantar, semear no coração de jovens aprendizes o desejo pelo conhecimento constitui-se um alvo diário a ser perseguido por cada educador. Uma tarefa que exige dedicação, sacrifício e crescimento constantes. Mas, nada é mais complicado quando, de repente, surge uma pergunta difícil. Então, conter o desconforto por não saber a resposta ou o embaraço diante de todo o grupo, é inevitavelmente o mais penoso dos testes.

No texto de Marcos 19.16-30, o professor Jesus é indagado a respeito daquela que é a questão mais fundamental da vida: a vida eterna. Um jovem lhe questiona: Mestre, que farei de bom para herdar a vida eterna? (v.16). Todos nos questionamos a respeito de uma carreira a ser escolhida, a respeito de família e vida conjugal e também a respeito do mundo da política, porém, a pergunta mais fundamental da vida é exatamente esta que foi dirigida a Jesus por aquele jovem: que farei para herdar a vida eterna? É uma pergunta que diz respeito ao lugar em que passaremos a nossa eternidade e esta questão, de maneira nenhuma, pode ser adiada. Jesus, porém, não sendo pego de surpresa e nem mesmo embaraçado por aquela grande questão, afinal de contas, ele tinha total domínio da matéria que ensinava, além de demonstrar em seu dia a dia a força de suas convicções, responde com um ensino profundo que também serve para nós hoje. Jesus lhe diz que é necessário “guardar os mandamentos” (v.17). Aquele jovem, talvez já eufórico com a resposta, rapidamente se adianta dizendo estar em dia com as prerrogativas do Senhor. Afirmou ele: a tudo isso tenho obedecido. O que me falta? (v.20). Como que dizendo: eu não mato, roubo e nem defraudo a ninguém. Além disso, cuido bem da minha mãe e do meu pai. Logo, sou uma pessoa boa! Então, para a sua surpresa e para o fim do seu entusiasmo, Jesus lhe acrescenta: vá, venda todos os seus bens e dê o dinheiro aos pobres, e você terá um tesouro nos céus. Depois, venha e siga-me (v.21). Por fim, diz o texto: ouvindo isso, o jovem afastou-se triste, porque tinha muitas riquezas (v.22).

Jesus ensinou àquele jovem aprendiz e também ensina a nós hoje que nada e nem ninguém pode ocupar em nosso coração o lugar que pertence somente a Deus. Nem riquezas, nem uma profissão, nem o tempo, nem pais ou filhos podem ocupar o trono da nossa vida, mas tão somente o Senhor. Se você desejar ficar com aquilo que pode ser o seu ídolo, à semelhança daquele jovem que preferiu as suas riquezas, à semelhança dele também você ficará triste, pois ninguém pode virar as costas para o Senhor e ainda assim encontrar na vida a plena felicidade e realização que todo ser humano busca. Aquele jovem deixou o Senhor cabisbaixo, triste e Jesus não insistiu com ele que ficasse ou refletisse um pouco mais. Por quê? Porque Ele nos dá a livre escolha e nos ensina que também somos responsáveis por cada uma delas. Aquele jovem deixou o Senhor porque escolheu assim e ele seria para sempre responsável por aquela escolha.

Diante desta aula, cabe aqui uma pergunta: há algo em seu coração que ocupa o devido lugar de Deus? Há ídolos escondidos ou pecado domesticados? Não é o momento de confessá-los e abandoná-los?

Pr. Renato Costa

© 2013 - 2017 - Igreja Evangélica Batista em Vila Antonieta - Todos os Diretos Reservados

Igreja Evangélica Batista em Vila Antonieta
Rua Antonio Neto Caldeira, 500 - CEP 03475-040 - Vila Antonieta - São Paulo - SP
Tel.: (11)2724-6258 - igrejabatista.vilaantonieta@gmail.com