Leve Esperana At que ele Venha
palavra pastoral

Home » Mensagens » Palavra Pastoral

Palavra Pastoral

Servindo a Comunidade com Alegria, compartilhando Compaixão e Graça!

Instituto Arnaldo Moraes de Miranda - 27/11/16

Com imensa alegria oferecemos a Deus nosso Culto de Gratidão, por mais um ano de atividades do Instituto Arnaldo Moraes de Miranda (IAMM), braço social da Igreja Batista em Vila Antonieta (IEBVA). Desde 2002, o IAMM presta atendimento na área social, emocional e espiritual à Comunidade, ou seja, nossos queridos vizinhos deste bairro e imediações.

Ao amenizar situações de risco e vulnerabilidade social, através de projetos de incentivo à geração de renda, qualidade de vida, crescimento pessoal e autoestima, o IAMM proporciona às pessoas atendidas, autonomia, inserção e proteção social. Nosso maior desafio, como Igreja Cristã, é conciliar a evangelização (parte espiritual) e a ação social (corpo físico). Este é um assunto importantíssimo, que a IEBVA sempre traz à reflexão.

Recentemente em nosso Culto de Oração e Estudo da Bíblia, às quartas feiras, aprendemos mais sobre o Livro de Amós, que carinhosamente o chamamos de “o Profeta da justiça social”.

O profeta Amós, nasceu no século VIII a.C., em Tecoa, uma cidade de Judá.

Nesta ocasião, Israel estava desfrutando de um período de paz e prosperidade. Em meio a esse ambiente agradável, o povo de Deus esqueceu-se do Senhor.

A sociedade foi dividida em duas classes: os ricos e os pobres.

Eram religiosos, mas não andavam em retidão.

Amós condenou Israel por quatro pecados principais: tratamento desumano de outros, maus tratos aos pobres, falso orgulho por causa da sua riqueza e raça e falsa adoração. Embora o povo de Deus participasse regularmente das atividades religiosas, sua vida não demonstrava fé. Amós anunciou, então, o julgamento e o juízo de Deus sobre Israel, que chamou de “o Dia do SENHOR” (Am 5.18-20). (fonte – “A Bíblia da Mulher” – Editora Mundo Cristão)

Que situação! Que terrível deve ter sido este dia!

A mensagem do livro de Amós ecoa nos dias de hoje.

Quando o profeta fala dos pobres, a Igreja Cristã deve pensar além das questões de serviço social de proteção básica: nas minorias raciais, na questão do tráfico de pessoas, no enfrentamento à corrupção, e em outras camadas da sociedade que sofrem por opressão, exploração e violação de seus direitos sociais.

Que Deus, através de seu Santo Espírito, nos ajude sempre, como Igreja e como Agentes Sociais, a sermos despenseiros da Compaixão e Graça, que há no Senhor Jesus, a favor de todos os necessitados.

Instituto Arnaldo Moraes de Miranda

© 2013 - 2017 - Igreja Evangélica Batista em Vila Antonieta - Todos os Diretos Reservados

Igreja Evangélica Batista em Vila Antonieta
Rua Antonio Neto Caldeira, 500 - CEP 03475-040 - Vila Antonieta - São Paulo - SP
Tel.: (11)2724-6258 - igrejabatista.vilaantonieta@gmail.com