Leve Esperana At que ele Venha
palavra pastoral

Home » Mensagens » Palavra Pastoral

Palavra Pastoral

A minha alma descansa somente em Deus. Dele vem a minha salvação (Salmo 62.1)

Pr. Renato Costa - 01/10/17

O livro dos salmos, possivelmente, é um dos livros da Bíblia mais lidos em todo o mundo. Ora, se a Bíblia é um dos livros mais lidos do mundo, logo, o livro dos salmos é um dos livros mais lido do mundo. Agora, por qual razão este livro atrai tanto a curiosidade e a leitura do homem moderno despudoradamente apressado, hedonista, individualista e, não poucas vezes, incrédulo? Seguramente, porque lemos nesses poemas o retrato dramático de pessoas que vivenciaram experiências, medos, receios e dúvidas semelhantes à nós em nossa própria história de vida. Afinal de contas, quem nunca reconheceu Deus como um Pai cuidador sempre presente e sempre atento às nossas necessidades ou, como prefere nomear o salmista, como um bom pastor? (Sl 23); Ou, então, quem nunca sentiu Deus longe, aparentemente distante e indiferente às dores do dia a dia, como expressou Davi, ousadamente, no salmo 10? Quem nunca se sentiu esmagado pelo peso da culpa por algo que fez ou disse e que, então, refletindo mais lucidamente posteriormente, veio a arrepender-se (Sl 51); Quem nunca sentiu vontade de fugir para longe de tudo e de todos em busca de um deserto, sem internet, sem televisão, enfim, sem o contato com ninguém (Sl 55)? Os salmos, portanto, são poemas que retratam os dramas e sentimentos muito comuns a nós e isto, evidentemente, atrai a nossa atenção. No entanto, este livro surpreendente que mais se parece com um conto da vida moderna ou com o retrato desta escola do dia a dia, enfim, neste livro dos salmos não apenas nos identificamos com os autores naquilo que viveram e sentiram, mas também naquilo que perceberam e descobriram a respeito de Deus nestes momentos mais dramáticos de suas vidas. Assim, descobriram um Deus cuidador, sobretudo em tempos de crise emocional e de deserto espiritual. Um Deus presente, atuante na vida de cada um de nós estando atento às necessidades de seus filhos, mesmo as mais pequenas, em tempos de escassez. Um Deus preocupado também com às nossas preocupações, mesmo as mais simples.

Um exemplo da verdade expressa acima é o salmo 62, um salmo de Davi. O salmista, expressa a sua confiança em Deus em tempos de perseguição e de injustiça que sofria. O verso três nos revela este homem se sentindo como um “muro inclinado e como uma cerca prestes a cair” em virtude dos muitos ataques, falsas acusações, pressões e hostilidades que sofria. Mas, a despeito de todas estas ameaças e da força que tinham, ele descobre no Senhor uma rocha e um refúgio seguro (v.6). Ele descobre que podia descansar nos cuidados deste Pai eterno, deste Deus de justiça (v.5). Ele descobre, enfim, que o poder pertence a Deus e não aos homens e nem às riquezas (v.11). E louvado seja o Senhor por tudo isso!

Que bom é ter à nossa disposição este livro bendito, o livro dos salmos. Que bom é poder desfrutar deste pão precioso que é verdadeiro alimento para a nossa alma. Quem bom é saber que esses poemas não foram compostos por pessoas perfeitas, antes, por indivíduos imperfeitos como qualquer um de nós, que também hesitavam, questionavam e vacilavam na fé, mas que também descobriram na angústia a força da presença de Deus, do seu amor, da excelência dos seus propósitos e da certeza dos cumprimentos certos de todas as suas promessas. Assim, vale a pena ler e meditar em seus preceitos, pois fazem bem à nossa alma.

Pr. Renato Costa

© 2013 - 2017 - Igreja Evangélica Batista em Vila Antonieta - Todos os Diretos Reservados

Igreja Evangélica Batista em Vila Antonieta
Rua Antonio Neto Caldeira, 500 - CEP 03475-040 - Vila Antonieta - São Paulo - SP
Tel.: (11)2724-6258 - igrejabatista.vilaantonieta@gmail.com